Drogaria Alvesjornal voz Espaço do CorpoVerde VidaPreta Forner 970x200


Notícia

 
Terça-Feira, 17 de Outubro de 2017
Promotoria de Madri abre queixa contra Marcelo por fraude de R$ 1,8 milhão
De acordo com a imprensa local, brasileiro é denunciado por não incluir gastos de valores recebidos com direitos de imagem em sua declaração do Imposto de Renda
Promotoria de Madri abre queixa contra Marcelo por fraude de R$ 1,8 milhão
A Promotoria provincial de Madri apresentou uma denúncia contra o lateral-esquerdo Marcelo, do Real Madrid. O brasileiro teria fraudado 490.917,70 euros (cerca de R$ 1,82 mi) da Fazenda espanhola, e o valor seria ligado ao Imposto de Renda, no exercício de 2013.

A suspeita do Ministério Público parte de uma série de medidas que tinham como objetivo esconder os benefícios dos valores recebidos por seus direitos de imagem. Para isso, o brasileiro teria ocultado os valores nas declarações do Imposto de Renda, entre 2011 e 2013. De acordo com o "Marca", em 2013, o jogador chegou a receber devolução de 10 mil euros da fazenda espanhola por causa da não divulgação do valor.

No dia 3 deste mês, a Agência Tributária já havia acusado o jogador pela possível fraude. No entanto, o caso ainda estava sob avaliação para que a denúncia se transformasse em uma ação judicial, o que foi confirmado. Quando a alegação veio à tona, o jogador pagou 400 mil euros (cerca de R$ 1,48 milhões) em 2015, mas utilizou uma empresa em seu nome, em um pagamento que deveria ser feito por uma pessoa física.

O "El País" relata que o jogador cedeu, ainda em 2006, seus direitos de imagem para a companhia uruguaia Construtora Heltry S.A., por um valor de 70 mil dólares. Um ano depois, no entanto, os uruguaios cederam para a Chatarella Investors Limited, empresa britânica, que pagou 802 mil euros para tal.

O contrato com a empresa britânica tinha efeito até 30 de junho de 2012. Depois de um acordo, realizado em janeiro de 2013, as duas empresas resolveram o acordo e cederam os direitos de imagem referentes a Marcelo para outra companhia uruguaia, a Birsen Trade S.A.

Ainda de acordo com a publicação, a empresa Birsen Trade teve lucro próximo de 1,1 milhão de euros (R$ 4,09 mi), "aparentemente derivado da exploração dos direitos de imagem" de Marcelo. Por conta disso, o valor deveria constar na declaração do Imposto de Renda. A não divulgação desse valor fez com que se chegasse a quantia de R$ 1,8 mi em prejuízos para a Fazenda.

A procuradoria também afirma que a Chaterella Investors Limited teve lucro de 100 e 101 mil euros nos anos de 2011 e 2012, respectivamente. Para que o prejuízo seja considerado como delito, o valor deve superar os 120 mil euros.

De acordo com a assessoria do atleta, a queixa é ocasionada por uma "questão técnica de interpretação da norma fiscal espanhola", e a situação vem sendo analisada desde 2013 pelos advogados responsáveis, que estão cientes de todos os detalhes da denúncia.

Fonte: Globo Esporte






Ver Mais VeículosPreta Forner 450x90TVoz




Preta Forner 728x90Verde Vida


Tecnologia
Ciência
Tec. e Informática

Entretenimento
Filmes
Livros
Música
TV

+ Mais
Gospel
Receitas
Saúde

Central
Contato
Localização

Assinante
Acessar
Especiais
Curiosidade Voz
Extr@Voz
Top of Mind
TVoz

Links
Ver Mais Veículos

App Developers
Show
Feliz Natal
Feliz Ano Novo

Estatísticas
Visualizações: 10569136

Online
Temos 198 Visitante(s) Online
A Voz Online | Jornal Voz São Joaquim da Barra e Região


Rua São Paulo, 1579: Ap. 111 (11º Andar) — Centro, Sjm. da Barra - SP | Tel: (16) 3818-0302     ||     Rua 01, 111 — Centro, Orlândia - SP | Tel: (16) 3826-8888