Preta Forner 970x200Verde VidaDesenvolvimento de Aplicativos Mobile para iOS e AndroidDocorpo Studio PilatesDrogaria Alves


Notícia

 
Quarta-Feira, 09 de Agosto de 2017
Idosa morta em SP foi atropelada por moto 'a 2 passos da calçada', diz sobrinho
Família culpa imprudência e más condições de sinalização após morte de Selma Alves Borges Vina, de 68 anos, atingida em cruzamento na zona norte de Ribeirão Preto.
Idosa morta em SP foi atropelada por moto 'a 2 passos da calçada', diz sobrinho
A aposentada Selma Alves Borges Vina, de 68 anos, era uma mulher ativa e acostumada com o trânsito de Ribeirão Preto (SP), afirmam familiares. Para eles, a morte da idosa, atropelada por uma motocicleta em um cruzamento dos Campos Elíseos, zona norte da cidade, foi uma mistura de imprudência do motorista com a falta de sinalização adequada.

"Foi uma fatalidade. Vendo o vídeo a gente não consegue identificar o que houve, o que aconteceu, porque não é o jeito dela. [Ela] estava a dois passos da calçada, não dá pra entender", disse Humberto Alves, sobrinho da vítima, durante o velório realizado nesta terça-feira (8).

O acidente foi na manhã de segunda-feira (7) e foi registrado pela câmera de segurança de um estabelecimento. Nas imagens é possível ver que Selma foi atingida por uma moto quando já se aproximava da calçada, após atravessar a Rua São Paulo. Ela chegou a ser socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e foi levada inconsciente à Santa Casa, mas morreu durante a noite.

Segundo apuração do Jornal da EPTV, o motociclista disse à Polícia Militar que tentava desviar de um carro, parado no cruzamento, quando atingiu a idosa.

A Transerp, empresa que gerencia o trânsito local, informou que vai monitorar as condições de tráfego no local do atropelamento para tomar as medidas necessárias.

Imprudência e trânsito precário

Alves critica a postura de motociclistas na região dos Campos Elíseos e afirma que o motorista responsável pelo atropelamento poderia ter desviado. "Pegou ela muito próximo à calçada, com certeza ele não estava devagar, senão teria brecado."

Ele reforça que Selma era atenciosa e estava acostumada a andar pelas ruas da cidade, bem como a utilizar o sistema de transporte público sozinha.

"Ela fazia tratamento médico e todos os exames, consultas, ela ia sozinha, pegava o ônibus, descia, super acostumada e andar sozinha, totalmente independente."

Para Alves, a morte serve de alerta para outras pessoas, sobretudo pela falta de sinalização, que é alvo de críticas naquela área, como em relação à falta de semáforo e faixas de pedestres. "Aquela região ali é conhecida. Tem muita gente idosa transitando, tem o SUS, não tem sinalização nenhuma, não tem segurança nenhuma", critica.

Fonte: G1






Ver Mais VeículosTVozPreta Forner 450x90




Verde VidaPreta Forner 728x90


Tecnologia
Ciência
Tec. e Informática

Entretenimento
Filmes
Livros
Música
TV

+ Mais
Gospel
Receitas
Saúde

Central
Contato
Localização

Assinante
Acessar
Especiais
Curiosidade Voz
Extr@Voz
Top of Mind
TVoz

Links
Ver Mais Veículos

App Developers
Show
Feliz Natal
Feliz Ano Novo

Estatísticas
Visualizações: 8455690

Online
Temos 407 Visitante(s) Online
A Voz Online | Jornal Voz São Joaquim da Barra e Região


Rua São Paulo, 1579: Ap. 111 (11º Andar) — Centro, Sjm. da Barra - SP | Tel: (16) 3818-0302     ||     Rua 01, 111 — Centro, Orlândia - SP | Tel: (16) 3826-8888