Preta Forner 970x200Drogaria AlvesEspaço do CorpoVerde Vida


Notícia

 
Quarta-Feira, 16 de Setembro de 2015
Brasil se prepara para reduzir o sódio em 50% até 2020
Mercado nacional procura por novas tecnologias para atingir as próximas metas Programa do Ministério da Saúde e atender a demanda
Brasil se prepara para reduzir o sódio em 50% até 2020
Após cumprir a meta dos primeiros acordos (2011-2014) de redução de sódio com as indústrias alimentícias, as próximas etapas do Plano Nacional de Redução de Sódio em alimentos processados do Ministério da Saúde são para 2017 e 2020 e têm o intuito de atingir o patamar de consumo de sódio indicado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), que é de 2 gramas/dia e para isso as reduções devem chegar a 50%. De acordo com a Nutrionix, empresa francesa especializada em soluções para redução de sódio na alimentação, o mercado nacional de ingredientes tem como desafio propor produtos e soluções de alta performance para alcançar as novas metas, pois devem ser capazes de garantir a manutenção da aparência, textura e sabor final dos alimentos industrializados, já que o sódio é responsável por realçar o sabor e regular diversos parâmetros técnicos nos processos de fabricação (fermentação, conservação, retenção de água, etc).

“Além dos problemas industriais, a redução de sódio envolve problemáticas múltiplas como sociais, culturais e nutricionais. Mas veja o caso da Finlândia, que em 1979 tinha o mesmo consumo de sal médio do Brasil (12g/dias) e com um trabalho envolvendo todas as esferas governamentais, sociais e mercadológicas alcançou a marca de 1,7g sal/dia apenas com produtos industrializados low salt e com resultados excepcionais na melhoria da saúde pública”, demonstra Francisco Isler, coordenador de desenvolvimento técnico da Nutrionix.

Ainda de acordo com Isler, a principal preocupação das indústrias alimentícias é que a redução de sódio altere o paladar, já que é um item essencial para manter o sabor que o consumidor aprecia e por isso a redução pode intimidar. Sem contar que todas as soluções encontradas no Brasil são importadas e isso impacta diretamente no custo de produção. “Pensando nisso, a Nutrionix é a primeira empresa a desenvolver uma linha de redutores de sódio fabricada no Brasil com formulação específica para cada tipo de matriz alimentar (bolos; caldos e temperos; carnes e embutidos; molhos; panificação e biscoitos; queijos; snacks e sopas e refeições prontas) levando em consideração as características nacionais”.

Dados da Associação Brasileira das Indústrias de Alimentação (Abia) revelam que os produtos industrializados são responsáveis por 27% do consumo de sódio, porém a Nutrionix estima que com o aumento do consumo de alimentos processados essa participação deve aumentar e poderia chegar a casa dos 60% nos próximos anos, mesmo nível de países como Estados Unidos e Reino Unido.

Sobre a Nutrionix:

Fundada em 2007 na França, a Nutrionix é uma empresa 100% focada na redução de sódio na alimentação humana. Tem como principais sócios a Seventure, do grupo Banque Populaire, e a Turenne Capital, especializada em investimentos no ramo de tecnologias e inovações para saúde, e acumula mais de 5,5 milhões de euros em investimentos.

Fonte: Jornal Voz






TVozPreta Forner 450x90Ver Mais Veículos




Verde VidaPreta Forner 728x90


Tecnologia
Ciência
Tec. e Informática

Entretenimento
Filmes
Livros
Música
TV

+ Mais
Gospel
Receitas
Saúde

Central
Contato
Localização

Assinante
Acessar
Especiais
Curiosidade Voz
Extr@Voz
Top of Mind
TVoz

Links
Ver Mais Veículos

App Developers
Show
Feliz Natal
Feliz Ano Novo

Estatísticas
Visualizações: 10385884

Online
Temos 296 Visitante(s) Online
A Voz Online | Jornal Voz São Joaquim da Barra e Região


Rua São Paulo, 1579: Ap. 111 (11º Andar) — Centro, Sjm. da Barra - SP | Tel: (16) 3818-0302     ||     Rua 01, 111 — Centro, Orlândia - SP | Tel: (16) 3826-8888